Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Palavras chave

tvi24  

Últimos assuntos
Galeria


Dezembro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
13 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 13 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

Turismo de massa crítica

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Turismo de massa crítica

Mensagem por Admin em Ter Mar 14, 2017 11:39 am

É essencial mobilizar os atores públicos e privados para darem prioridade aos eventos associados à ciência e à inovação. Não sendo um turismo de massas, é um turismo de massa crítica.

Nos últimos anos, Portugal tem sido um dos países do mundo com maior taxa de crescimento do turismo, contribuindo significativamente para o equilíbrio das nossas contas externas. Longe do tempo em que o turismo em Portugal era sinónimo apenas de “sol e praia”, na última década aprofundou-se a estratégia de diversificação dos produtos turísticos, atraindo-se novos públicos e de novas geografias. Essa estratégia tem estado espelhada nos programas estratégicos para o turismo que se foram desenvolvendo nos últimos dez anos. Em resultado, temos hoje uma oferta de turismo na área do património, do golfe, do surf, da religião, da gastronomia e enologia, dos negócios ou das artes e cultura (incluindo os festivais de música, premiados internacionalmente).

Além destas áreas, há outra que se tem vindo a afirmar de forma sustentada: o turismo ligado ao empreendedorismo, mas também à inovação e à ciência. Portugal tem sabido atrair os grandes eventos internacionais na área do empreendedorismo, que trazem ao país milhares de empreendedores, investidores e jornalistas de todo o mundo. O exemplo mais visível é a Web Summit, cujo efeito na projeção internacional do país é inquestionável. Outros eventos merecem também destaque, como o Campus Party, um dos maiores eventos tecnológicos mundiais que durante cinco dias juntará em Portugal cerca de 40 mil pessoas, ou o evento de hackathon #connect2effect, patrocinado pela ONU e ligado aos “objetivos do milénio”.

Na área da inovação e da ciência há também possibilidade de colocar Portugal no mapa mundial dos principais eventos internacionais. Alguns exemplos atestam-no, como a realização em 2016 da conferência da ISPIM (International Society for Professional Innovation Management), que juntou no Porto investigadores e empresários de todo o mundo ligados à gestão da inovação, ou o encontro internacional “Euclid Consortium Meeting”, que em 2016 trouxe a Lisboa cerca de 400 cientistas na área do Espaço, incluindo da NASA e da ESA.

O turismo nestas áreas tem associada uma componente importante de retorno económico e social para o país, embora muitas vezes a longo prazo. Em concreto, estes eventos constituem oportunidades para que as nossas empresas possam encontrar parceiros de negócio e inserir-se em projetos internacionais de inovação, melhorando a sua posição nas cadeias internacionais de fornecimento; para que as nossas universidades, centros tecnológicos e centros de interface possam mostrar os resultados dos seus projetos de investigação, possibilitando a sua valorização no mercado; atrair recursos humanos qualificados e captar investimentos internacionais para projetos intensivos em tecnologia e em conhecimento, aumentando a capacidade nacional de inovação.

Desta forma, é essencial mobilizar os atores públicos e privados para que os eventos associados à ciência e à inovação passem a constar da sua agenda de prioridades. Porque embora não se trate de um turismo de massas, é um turismo de massa crítica que pode ter grande impacto no desenvolvimento do país.

António Bob Santos, Economista
 00:08
Jornal Económico

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16760
Pontos : 49157
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 30
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.criarforum.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum