Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Palavras chave

tvi24  

Últimos assuntos
Galeria


Dezembro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
14 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 14 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

Lisboa entre as melhores cidades europeias onde viver

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Lisboa entre as melhores cidades europeias onde viver

Mensagem por Admin em Ter Mar 14, 2017 12:11 pm

Lisboa desceu um lugar em relação ao ano passado, ocupando agora a 43ª posição. Continua acima dos grandes centros cosmopolitas tradicionais, como Nova Iorque ou Madrid.

Apesar de ter descido uma posição em relação ao ano passado, Lisboa continua no top 50 das melhores cidades onde viver, mais propriamente na 43ª posição. A nível das infraestruturas, ocupa a 60ª posição, acima de cidades como Lyon, em França, ou Roma, em Itália. Os dados foram apurados no 19º estudo anual Quality of Living da Mercer.

Viena lidera a tabela das cidades com melhor qualidade de vida pelo oitavo ano consecutivo. Seguem-se-lhe, no Top10, uma esmagadora maioria de cidades europeias: Zurique (2º lugar), Munique (4º lugar), Dusseldorf (6º lugar), Frankfurt (7º lugar), Genebra (8º lugar), Copenhaga (9º lugar), e Basileia, uma estreante na lista, em 10º lugar. As únicas cidades não europeias neste Top10 são Auckland, na Nova Zelândia (3º lugar) e Vancouver, no Canadá (5º lugar). As cidades mais bem classificadas da Ásia e da América Latina são Singapura (25º lugar) e Montevidéu (79º lugar), respetivamente. Bagdade ocupa o fundo da tabela como a cidade com a pior qualidade de vida.

O vídeo de reportagem da ECO - https://videos-e.jwpsrv.com/vf12kYpr/videos/3PNE81iU-27510902.mp4?0QaIYZJhMC-LnpOGau2t75VMEDnDcopkt_gxswXtCS8yUG5u2vWunleRr8oacNkHde0MDL5a548oETItwgO65dR-PWoIzW1Qis-hJBy0BINp9npTwVSj2S0QWO5MqS4Bv9mlIg

Um dos parâmetros analisados de forma independente foi o das infraestruturas das cidades — no qual Singapura ficou em primeiro lugar e Port-au-Prince em último — e é um item com grande poder na hora de as multinacionais escolherem para onde querem expandir as suas operações e enviar os seus colaboradores expatriados. Uma boa rede de transportes, serviços de energia fiáveis, uma boa rede de água potável, serviços de telecomunicações, o tráfego e congestionamento automóveis e ainda a variedade de voos internacionais a partir dos aeroportos locais são exemplos de fatores importantes no parâmetro das infraestruturas.

“A infraestrutura de uma cidade, ou a falta dela, pode afetar consideravelmente a qualidade de vida que os expatriados e as respetivas famílias usufruem diariamente. O acesso a uma variedade de opções de transporte, o acesso a eletricidade e a água potável estão entre as necessidades essenciais dos colaboradores expatriados que vão trabalhar para uma nova cidade. Uma infraestrutura bem desenvolvida pode ser uma vantagem competitiva importante para as cidades ou municípios que querem atrair empresas multinacionais e investimento estrangeiro”, esclarece Tiago Borges, responsável da área de Career na Mercer Portugal.

0:02
ECO - Economia Online

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16760
Pontos : 49157
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 30
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.criarforum.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum