Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Últimos assuntos
Galeria


Junho 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930 

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
11 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 11 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

Europa lançou mais um satélite do programa «Copernicus»

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Europa lançou mais um satélite do programa «Copernicus»

Mensagem por Admin em Ter Mar 14, 2017 12:30 pm


Novo satélite reduz tempo de fornecimento de dados para metade

No passado dia 7 de Março foi lançado do centro espacial de Kouru, na Guiana Francesa, o satélite Sentinel-2B, desenvolvido pela Agência Espacial Europeia (European Space Agency, ou ESA), no âmbito do programa europeu de monitorização ambiental da Terra «Copernicus».

O satélite agora lançado junta-se ao seu irmão gémeo Sentinel-2A, lançado em Junho de 2015, concluindo a missão Sentinel-2, que permitirá “reduzir para metade o tempo necessário para fornecer dados de precisão relativos ao uso do solo em benefício de agricultores, construtores, pescadores e todos os que necessitam de acesso rápido a dados actualizados sobre as condições no terreno”, refere a Comissão Europeia (CE).

Embora lançados separadamente, os dois satélites ocupam a mesma órbita e a cada cinco dias cobrem em conjunto todas as superfícies terrestres, grandes ilhas e águas costeiras e interiores, entre as latitudes 84ºSul e 84ºNorte. Cada um dos satélites transporta uma câmara multi-espectral de alta resolução com 13 bandas espectrais, cuja combinação permite abranger um campo de visão de 290 quilómetros.

O «Copernicus» é o programa europeu para a Observação da Terra e foi criado pelo Regulamento 377/2014 do Parlamento Europeu e do Concelho. É a continuação programa GMES (Global Monitoring for Environment and Security) e baseia-se numa parceria entre a UE, a ESA e os Estados-Membros. Toda a informação que gera apoia aplicações em matéria de ambiente, gestão de áreas urbanas, planeamento regional e local, agricultura, silvicultura, pescas, saúde, transportes, alterações climáticas, desenvolvimento sustentável, protecção civil e turismo, e é distribuída “com base numa política de acesso aberto e sem custos”, esclarece a Direcção-Geral de Política do Mar.

Jornal da Economia do Mar

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16760
Pontos : 49157
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 30
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.criarforum.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum