Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Últimos assuntos
Galeria


Junho 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930 

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
11 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 11 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

Terminal de transhipment de Lisboa será… Alcântara

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Terminal de transhipment de Lisboa será… Alcântara

Mensagem por Admin em Sex Mar 17, 2017 6:36 pm


O terminal de contentores de Alcântara,concessionado à Liscont, será o terminal de transhipment do porto de Lisboa. No Barreiro será construído um terminal multimodal.

Para o terminal de Alcântara, a Estratégia para o Aumento da Competitividade Portuária, hoje apresentada em Lisboa pela ministra do Mar, prevê o aumento da capacidade, dos actuais 350 mil para 640 mil TEU/ano, numa primeira fase, mediante um investimento de 97 milhões de euros (dos quais, 93 milhões da concessionária), em novos equipamentos e na extensão do cais até aos mil metros (actualmente 630 metros). Os fundos, hoje de -13,5 metros, serão aumentados para permitir a operação de navios de maiores dimensões.

A produtividade aumentará 21% por posto de acostagem e o terminal de Alcântara ficará capaz para acolher tráfegos de transhipment. As obras deverão arrancar ainda este ano ou no próximo.

Para o Barreiro confirma-se a opção por um terminal multimodal com uma zona de actividades logísticas anexa. O novo terminal disporá, numa primeira fase, de um cais de 800 metros (nada é referido sobre os fundos), apontando-se para uma capacidade de movimentação de um milhão de TEU/ano. Objectivo: “aumentar a capacidade de movimentação de carga”.

O investimento previsto, de privados, é de 400 milhões de euros. O concurso público para a concessão deverá ser lançado ainda no final do ano corrente,  de modo a que as obras arranquem em 2019.

Nos investimentos em infraestruturas hoje confirmados pela ministra Ana Paula Vitorino incluem-se ainda conclusão, ainda este ano, do novo terminal de cruzeiros (22,7 milhões de euros de investimento a cargo de privados), e o desenvolvimento da navegabilidade do Tejo até Castanheira do Ribatejo, um projecto protagonizado pelo Grupo ETE, com um investimento de 20 milhões de euros dividido “a meias” entre público e privado, e que devera permitir a navegação de barcaças entre os terminais de Lisboa e o novo cais de Castanheira do Ribatejo de barcaças de até 90 metros de comprimento, 11,4 metros de boca e 3,3 metros de calado, capazes de retirar das estradas 2 000 camiões/ano.  O início da obra deverá dar-se em 2019.

No total, a Estratégia para o Aumento da Competitividade Portuária prevê investimentos de 746 milhões de euros em Lisboa (a esmagadora maioria proveniente dos privados) que, entre outras mais-valias, deverão alavancar um aumento de 49%, ou 5,6 milhões de toneladas, na movimentação de cargas, entre 2016 e 2026.

17 Março, 2017 at 17:50
por T&N

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16760
Pontos : 49157
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 30
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.criarforum.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum