Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Palavras chave

Últimos assuntos
Galeria


Agosto 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
14 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 14 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

A era dos pais drone

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A era dos pais drone

Mensagem por Admin em Sab Mar 18, 2017 11:46 am

Uma das coisas que os pais mais gostam de fazer é controlar filhos. É uma espécie de hobby. Se não têm mais nada em que pensar, se já foram ao ginásio ou se o trabalho está chato, controlam filhos. Onde estão, com quem, a falar de quê, para onde vão, onde foram, o que fizeram, o que beberam, o que estudaram, o que comeram, etc. Dantes a coisa fazia-se com as vizinhas: "Ó vizinha, dê-me aí um olhinho ao miúdo que eu hoje chego tarde." Muitas vezes - a maior parte delas - nem era preciso pedir. Havia bufos em todo o lado e as denúncias eram frequentes. "Olhe que ele hoje andou aí na rua com umas companhias que eu nem lhe digo"; ou: "O seu menino já fuma? Não sabia..."; ou ainda: "O seu filho esteve a andar na mota do Zé. A vizinha deixa, não deixa?" Crescemos aperfeiçoando a técnica de fugir ao controlo dos pais e aos bufos, já os pais viram-nos crescer rendidos ao sábio princípio do "prefiro nem saber". Por opção ou não, a verdade é que na era antes dos telemóveis os pais tinham a noção de que não controlavam tudo, por opção ou não a nossa liberdade era respeitada. Aos pais restava-lhes confiar e os filhos, se queriam liberdade, tinham de provar que eram confiáveis. Era assim ou estávamos tramados. Com o telemóvel tudo mudou. Com o telemóvel os miúdos andam com os pais no bolso para todo o lado. Tipo drone. É assustador. Os pais agora podem estar na passadeira do ginásio a fingir que são pais só porque controlam os filhos através de mensagens, telefonemas, FaceTime, etc.. Sem esforço conseguem seguir as pegadas dos miúdos substituindo-se a mil vizinhas. São amigos dos amigos deles, metem-se na sua vida social, fazem tudo para lhes ler os pensamentos e ficam chocados quando apanham os diálogos com os amigos quando os miúdos se esquecem do log off. Se dantes era criminoso ler os diários dos filhos, hoje é considerado um direito dos pais ler os sms dos filhos. Um dever até. É verdade que os miúdos podem arranjar desculpas para não atender as chamadas, desligar o telemóvel ou bloquear o pais no FB, mas o "fiquei sem bateria" é o que resta da liberdade deles. Os miúdos aderem aos telemóveis, tipo contrato de adesão daqueles de que só por morte nos conseguimos desvincular, sem terem noção de que vivem com uma trela virtual. Mas com isto os pais deixam de ter a necessidade de confiar - porque confiam no telemóvel - e os filhos a necessidade de se esforçarem por merecer a confiança - porque o escrutínio à sua responsabilidade é feito a toda a hora pelo telemóvel. Devia ser proibido os pais terem o número dos filhos, é que assim nem se dão ao trabalho de os conhecer: telefonam-lhes e pronto.

18 DE MARÇO DE 2017
00:00
Inês Teotónio Pereira
Diário de Notícias

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16760
Pontos : 49157
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 30
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.criarforum.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum