Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Tópicos similares
    Conectar-se

    Esqueci minha senha

    Últimos assuntos
    Galeria


    Junho 2017
    DomSegTerQuaQuiSexSab
        123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    252627282930 

    Calendário Calendário

    Flux RSS


    Yahoo! 
    MSN 
    AOL 
    Netvibes 
    Bloglines 


    Quem está conectado
    21 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 21 Visitantes :: 1 Motor de busca

    Nenhum

    O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

    Atentado no Terreiro do Paço

    Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

    Atentado no Terreiro do Paço

    Mensagem por Admin em Sex Mar 24, 2017 11:21 am

    Era um início de tarde banal de março de 2018, como outro qualquer, daqueles em que nem chove nem faz sol. Na Comunicação Social debatia-se uma frase pateta de um ministro alemão sobre as economias do Sul e animavam-se as hostes com a vizinhança de um encontro de futebol, daqueles que podem decidir um campeonato, ou talvez não.

    Subitamente os alertas nos telemóveis destruíram a modorra: "Camioneta desgovernada atropela pessoas no Terreiro do Paço". Acidente? Ataque? Sem muita demora, começamos a perceber que tinha traços de mais um ataque terrorista, desta vez no coração de Lisboa, no espaço simbólico de abertura do mundo que é a praça vizinha ao Cais das Colunas.

    Com facilidade, o camião de caixa aberta tinha galgado os curtos degraus da praça e entrado numa espiral furiosa, deixando atrás de si turistas e lisboetas despedaçados, num rasto de sangue gritante sobre as pedras brancas da praça. Parou já junto à estátua de D. José, o condutor crivado de balas graças aos PSP que se precipitaram para deter aquele furacão.

    Seguiu-se a rotina já conhecida de outras paragens. Entrar em estado de alerta para prevenir novos ataques, socorrer os feridos, cobrir os mortos, tentar identificar o terrorista... O que antes víamos com distância na televisão, agora fala português. Nós que nos julgávamos imunes deveríamos ter percebido que a natureza deste terrorismo é a sua imprevisibilidade e a sua transnacionalidade. Será que o radical era português ou se furtou ao controlo na fronteira? Que novas medidas de segurança teremos de tomar? O que vai ser agora do nosso turismo que tanto lucrou com a insegurança dos outros? Como é que vamos encarar a comunidade islâmica e os refugiados que temos acolhido com alguma generosidade?

    Agora, só espero mesmo que tenhamos alguém que, como Theresa May, após o atentado de Westminster, nos faça perceber que contra o terror temos de ser os heróis da normalidade: "Amanhã de manhã, o Parlamento irá reunir-se normalmente. Nós vamos estar juntos como normalmente. E os londrinos - e outros de todo o Mundo que vieram aqui visitar esta grande cidade - vão levantar-se e começar o seu dia como normalmente. Eles vão embarcar nos seus comboios, vão deixar os seus hotéis, vão andar por essas ruas. Vão viver as suas vidas. E todos vamos avançar juntos. Nunca cedendo ao terror. E nunca permitindo que as vozes do ódio e do mal nos afastem uns dos outros".

    *SUBDIRETOR

    David Pontes*
    Hoje às 00:06
    jornal de Notícias

    _________________
    Cláudio Carneiro


    Facebook
    avatar
    Admin
    Admin

    Mensagens : 16760
    Pontos : 49157
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 07/12/2013
    Idade : 30
    Localização : Sines

    Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.criarforum.com.pt

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

    - Tópicos similares

     
    Permissão deste fórum:
    Você não pode responder aos tópicos neste fórum