Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Palavras chave

tvi24  

Últimos assuntos
Galeria


Dezembro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
17 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 17 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

A(nota)mentos: Há mais Barreiro para além do «Lisbon South Bay»

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A(nota)mentos: Há mais Barreiro para além do «Lisbon South Bay»

Mensagem por Admin em Seg Mar 27, 2017 1:53 pm


Sim, é isso, não é mais que isso, promover o território do concelho do Barreiro e superar essa visão limitada de reduzir o Barreiro apenas a esse conceito de «Lisbon South Bay», também conta e muito, mas não é tudo…

No ano 2015, foi lançado o projecto de marketing territorial - «LISBON SOUTH BAY» - uma marca criada para promoção internacional dos territórios da Baía do Tejo, nos concelhos de Almada, Barreiro e Seixal, que resultou de uma parceria entre a Baía do Tejo e as Câmaras Municipais de Almada, Barreiro e Seixal. A criação desta marca que, sem dúvida, é um valioso contributo para a promoção dos territórios da Baía do Tejo, os quais são estruturantes no desenvolvimento dos três concelhos, simultaneamente, é uma marca que valoriza o conceito de Lisboa «cidade de duas margens».

Foram muitos os críticos desta campanha. Mas, de facto as quatro entidades envolvidas têm vindo de forma permanente a promover a marca - LISBON SOUTH BAY» - nos mais diversos fóruns internacionais, ignorando, e bem, as criticas da «vox populi», estimulada por pensamentos políticos populistas, de esquerda e de direita.

Por outro lado, da minha parte, por várias vezes, e, mesmo a propósito desta matéria, tenho comentado que o Barreiro pensa muito «CUF», e, esquece ou não valoriza, que há mais Barreiro para além do antigo território da CUF. 

Fala-se de forma permanente que o Barreiro está a 15 minutos de Lisboa de barco, esquecendo-se de referenciar que a partir de Coina está a 30 minutos de Lisboa.

Tanto fui escrevendo, que, ultimamente já comecei a escutar estas referências em documentos e vídeos de promoção do Barreiro da Ilha do Rato a Coina.

Mas o «Lisbon South Bay» é isso, e apenas isso, uma marca para promover os territórios da Baía do Tejo. 

Na verdade, há mais Barreiro para além do «Lisbon South Bay» e, neste momento que, finalmente, parece que começa a ver-se uma luz ao fundo do túnel para perspectivar alguma visão estratégica para o território do Barreiro da Baía do Tejo, em torno do conceito da «Plataforma Multimodal do Porto de Lisboa no Barreiro», vulgo «Terminal de Contentores do Barreiro», é importante que, de uma vez por todas, seja projectado o território do Barreiro, no seu todo, enquadrado nessa visão de desenvolvimento económico.

É preciso, dar a imagem global do concelho do Barreiro – este concelho cidade – da Ilha do Rato a Coina, e, para tal, é, hoje, aqui e agora, que se coloca com urgência e coragem politica que os gestores políticos assumam a visão do concelho no seu todo, para além, muito para além, do território da Baía do Tejo e do conceito «Lisbon South Bay».

Ali, em Coina, para além de uma área com potencialidades de expansão urbana, existe, uma enorme capacidade de instalar uma plataforma logistica – a 30 minutos de Lisboa – que não sendo concorrencial ao território da Baía do Tejo, pode dar-lhe continuidade e até ser um apoio ao futuro Aeroporto de Lisboa ( que o mais positivo seria arrancar com a fase zero no Campo de Tiro de Alcochete, e que, certamente, mais tarde ou mais cedo, será uma realidade, tal como a terceira travessia do Tejo).

É por esta razão que, quero aqui, saudar a decisão da Câmara Municipal do Barreiro de avançar com um projecto de marketing territorial, visando a promoção do território do concelho do Barreiro, que deve incluir, até, essa visão única de ter na sua centralidade, esse seu espaço de diversidade biológica - o seu Parque Central - a Mata da Machada, as áreas de Coina e zonas envolventes (que são uma centralidade na Península de Setúbal). 

«Lisbon South Bay» é «Lisbon South Bay». O concelho do Barreiro é o concelho do Barreiro.

Esta promoção do território, deixa em aberto, na prática, um caderno de encargos para os futuros Executivos, que assuma essa responsabilidade de dar continuidade a uma estratégia que pense Barreiro para além da CUF.

Sim, é isso, não é mais que isso, promover o território do concelho do Barreiro e superar essa visão limitada de reduzir o Barreiro apenas a esse conceito de «Lisbon South Bay», também conta e muito, mas não é tudo…

S.P.
27.03.2017 - 12:47
Rostos

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16760
Pontos : 49157
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 30
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.criarforum.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum