Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Palavras chave

Últimos assuntos
Galeria


Agosto 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
18 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 18 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

Que democracia? Que capitalismo?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Que democracia? Que capitalismo?

Mensagem por Admin em Sex Mar 31, 2017 11:07 am

O Estado de Bem-Estar nasceu em 1945 depois do "crash" de 1929 e da II Guerra Mundial e faleceu com o dilúvio financeiro do início desta década.
 
A própria ligação da democracia ao capitalismo está hoje seriamente chamuscada e por isso as reflexões de Paulo Portas, feitas há dias, merecem ser ponderadas. O populismo florescente é o resultado de um enorme falhanço económico que acabou com esse contrato social que foi o sustentáculo das democracias europeias e dos EUA. E o neoliberalismo e a globalização, tal como foi desenhada, estão em retirada. Pior: apesar dos métodos paliativos a futura robotização (acelerada) vai continuar a destruir a classe média nos Estados ocidentais, contribuindo (a par da crise da emigração e da busca de identidade por parte dos povos) para uma sensação de insegurança latente. Sabe-se que, nomeio desse caos, acaba por vencer.

Os quatro pilares das políticas económicas que irromperam a partir dos anos 70 (abandono do ideal de pleno emprego e a sua substituição pelo limite de inflação, globalização dos fluxos de pessoas, capital e comércio, o foco na maximização dos dividendos dos accionistas em vez do reinvestimento e crescimento, e a busca de mercados laborais flexíveis e a destruição dos sindicatos) atingiram o seu zénite. Mas agora a busca de novas ideias chegou.

No centro de tudo isto está a relação da democracia com o capitalismo, cada vez mais frágil. A destruição da oposição pelo neoliberalismo capitalista, criou um deserto de ideias alternativas. E as sociedades, sem isso, entram em combustão rápida. A exclusão de largos sectores da sociedade da riqueza e da segurança está a criar os focos de instabilidade. Não deixa de ser interessante que tudo isto está a criar uma democracia "low cost", semelhante ao consumo: cada vez se compram produtos piores a um preço mais baixo. Este é o reflexo da mutação cultural das sociedades ocidentais: a transformação do cidadão em cliente. O cidadão passou a ser avaliado em função do seu poder de aquisição, que lhe permite ter justiça, saúde, escolas melhores, mais acesso à melhor informação e cultura. Perdeu-se o sentido de Estado. Como dizia alguém, o efeito colateral da ideia "enriqueçam" é: cada um por si! O bem comum, valor supremo do Estado de Bem-Estar, está a eclipsar-se. E isso é profético para a ideia de Europa solidária, que vai desaparecendo. Tal como mostra a fraseologia populista de um pretenso social-democrata como Jeroen Dijsselbloem: o populismo já se tornou o discurso dos partidos que eram o centro do poder.

Vivemos tempos de fronteira: que Europa queremos, que mundo desejamos? Basta olhar para a ideologia reinante na Casa Branca para se perceber que a sensatez desapareceu dos neurónios de quem aparentemente manda. São tempos que parecem, na pior das hipóteses, temer o regresso de uma "idade das trevas", onde poderes fortes vão florescer e elites com pouca ligação ao mundo real voltarão a dominar o conhecimento e o sucesso. Tudo na história foi sempre imprevisível. Resta saber se o poderá voltar a ser. 

Fernando Sobral | fsobral@negocios.pt 
30 de março de 2017 às 20:18
Negócios

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16760
Pontos : 49157
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 30
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.criarforum.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum