Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Últimos assuntos
Galeria


Abril 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30      

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
19 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 19 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

Page Rajoy exige que a modernização dote orçamental de comboio de carga passando por C-LM

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Page Rajoy exige que a modernização dote orçamental de comboio de carga passando por C-LM

Mensagem por Admin em Sex Mar 31, 2017 6:58 pm

Page (EUROPA PRESS/JCCM)


  • Presidente de Castilla-La Mancha, Emiliano García-Page, exigiu que o Governo da Espanha para incluir no Orçamento do Estado deste ano a modernização do transporte ferroviário de mercadorias infra-estrutura de transporte que passam pela região, desde que o Governo Português está gradualmente a materializar todas as seções da sua competência à fronteira espanhola.


Este foi sublinhado pelo presidente do Castilla-La Mancha de Elvas (Portugal), onde participou da apresentação do concurso para o projeto de modernização da linha ferroviária que liga a cidade Português com a fronteira espanhola e, entre outros, permitir o trânsito de comboios de mercadorias até 750 metros de comprimento e em reduzir para metade o tempo de viagem.

A cerimónia presidida pelo Ministro Português da Planificação e Infra-estruturas, Pedro Marques, também participou do vice-presidente do Conselho de Infra-Estruturas Portugal S.A, Carlos Fernandes; o delegado do governo em Extremadura, María Cristina Herrera; e do Ministro da Economia, Empresa e do Emprego de Castilla-La Mancha, Patricia Franco, relatado pelo Conselho em comunicado.

O presidente regional pediu ao presidente do governo central para apostar no chamado eixo atlântico com a mesma intensidade, pois tem na Catalunha no arco mediterrânico que significaria, portanto, um claro compromisso com os interesses "de ambos Talavera de la Reina e Castilla-La Mancha "como um todo, incluindo o sul da província de Ciudad Real e Alcazar de San Juan.

Na mesma linha, o presidente do Castilla-La Mancha felicitou o Governo Português para o desenvolvimento avançado de infra-estrutura no lado Português; algumas performances de importância vital para a nossa região "que ligará o novo porto de Sines com todo o tráfego transatlântico do Canal do Panamá e dos Estados Unidos" e, por sua vez, com o resto da Europa, através da Espanha "e parar Talavera ", comentou García-Page.

O presidente regional tem incentivado o executivo central para aproveitar a oportunidade para resolver a "dívida" na melhoria da infra-estrutura ferroviária de mercadorias entre os dois países que utilizam o exemplo de Portugal.

"A Espanha deve olhar para o Atlântico", disse García-Page, para quem conexões com o país vizinho é um "investimento futuro" no objetivo comum de unir a Europa e para alcançar, enquanto que "algum reequilíbrio territorial "para regiões como Castilla-La Mancha e Extremadura.

AVE Madrid-Lisboa Por outro lado, o presidente regional assegurou que o Governo de Castilla-La Mancha não desiste da linha de alta velocidade entre Madrid e Lisboa, embora existam problemas no desenvolvimento do lado Português.

"Queremos que ambos", em referência ao frete e no travelers e, portanto, pediu ao governo central assumir este projecto "para parar e pousada em Castilla-La Mancha".

"É a maneira fundamental e único em Talavera de la Reina" completou García-Page. CONEXÃO O trecho de 11 quilómetros na sexta-feira chegou a concurso constitui o elo de comboio entre Portugal e da fronteira espanhola através da passagem natural do Rio em Caia à província de Badajoz. Melhorias a serem feitas ao longo do chamado Corredor Sul Internacional tem um investimento de 626 milhões de euros e irá reduzir o tempo de viagem em meia hora a partir do porto de Sines e, portanto, facilitar o tráfego de comboios ferroviários entre o Atlântico e o resto da Europa.

O desempenho também é parte do plano de chamada Ferrovia 2020, o Governo Português, com um investimento de 2.700 milhões de euros, afetam 1.193 quilómetros de ferroviárias no país vizinho.

EUROPA PRESS. 
31.03.2017
20 Munitos

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16760
Pontos : 49157
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 30
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.criarforum.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum