Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Palavras chave

Últimos assuntos
Galeria


Outubro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
15 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 15 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

Page Rajoy exige que a modernização dote orçamental de comboio de carga passando por C-LM

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Page Rajoy exige que a modernização dote orçamental de comboio de carga passando por C-LM

Mensagem por Admin em Sex Mar 31, 2017 6:58 pm

Page (EUROPA PRESS/JCCM)


  • Presidente de Castilla-La Mancha, Emiliano García-Page, exigiu que o Governo da Espanha para incluir no Orçamento do Estado deste ano a modernização do transporte ferroviário de mercadorias infra-estrutura de transporte que passam pela região, desde que o Governo Português está gradualmente a materializar todas as seções da sua competência à fronteira espanhola.


Este foi sublinhado pelo presidente do Castilla-La Mancha de Elvas (Portugal), onde participou da apresentação do concurso para o projeto de modernização da linha ferroviária que liga a cidade Português com a fronteira espanhola e, entre outros, permitir o trânsito de comboios de mercadorias até 750 metros de comprimento e em reduzir para metade o tempo de viagem.

A cerimónia presidida pelo Ministro Português da Planificação e Infra-estruturas, Pedro Marques, também participou do vice-presidente do Conselho de Infra-Estruturas Portugal S.A, Carlos Fernandes; o delegado do governo em Extremadura, María Cristina Herrera; e do Ministro da Economia, Empresa e do Emprego de Castilla-La Mancha, Patricia Franco, relatado pelo Conselho em comunicado.

O presidente regional pediu ao presidente do governo central para apostar no chamado eixo atlântico com a mesma intensidade, pois tem na Catalunha no arco mediterrânico que significaria, portanto, um claro compromisso com os interesses "de ambos Talavera de la Reina e Castilla-La Mancha "como um todo, incluindo o sul da província de Ciudad Real e Alcazar de San Juan.

Na mesma linha, o presidente do Castilla-La Mancha felicitou o Governo Português para o desenvolvimento avançado de infra-estrutura no lado Português; algumas performances de importância vital para a nossa região "que ligará o novo porto de Sines com todo o tráfego transatlântico do Canal do Panamá e dos Estados Unidos" e, por sua vez, com o resto da Europa, através da Espanha "e parar Talavera ", comentou García-Page.

O presidente regional tem incentivado o executivo central para aproveitar a oportunidade para resolver a "dívida" na melhoria da infra-estrutura ferroviária de mercadorias entre os dois países que utilizam o exemplo de Portugal.

"A Espanha deve olhar para o Atlântico", disse García-Page, para quem conexões com o país vizinho é um "investimento futuro" no objetivo comum de unir a Europa e para alcançar, enquanto que "algum reequilíbrio territorial "para regiões como Castilla-La Mancha e Extremadura.

AVE Madrid-Lisboa Por outro lado, o presidente regional assegurou que o Governo de Castilla-La Mancha não desiste da linha de alta velocidade entre Madrid e Lisboa, embora existam problemas no desenvolvimento do lado Português.

"Queremos que ambos", em referência ao frete e no travelers e, portanto, pediu ao governo central assumir este projecto "para parar e pousada em Castilla-La Mancha".

"É a maneira fundamental e único em Talavera de la Reina" completou García-Page. CONEXÃO O trecho de 11 quilómetros na sexta-feira chegou a concurso constitui o elo de comboio entre Portugal e da fronteira espanhola através da passagem natural do Rio em Caia à província de Badajoz. Melhorias a serem feitas ao longo do chamado Corredor Sul Internacional tem um investimento de 626 milhões de euros e irá reduzir o tempo de viagem em meia hora a partir do porto de Sines e, portanto, facilitar o tráfego de comboios ferroviários entre o Atlântico e o resto da Europa.

O desempenho também é parte do plano de chamada Ferrovia 2020, o Governo Português, com um investimento de 2.700 milhões de euros, afetam 1.193 quilómetros de ferroviárias no país vizinho.

EUROPA PRESS. 
31.03.2017
20 Munitos

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16760
Pontos : 49157
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 30
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.criarforum.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum