Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Tópicos similares
    Conectar-se

    Esqueci minha senha

    Palavras chave

    Últimos assuntos
    Galeria


    Agosto 2017
    DomSegTerQuaQuiSexSab
      12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031  

    Calendário Calendário

    Flux RSS


    Yahoo! 
    MSN 
    AOL 
    Netvibes 
    Bloglines 


    Quem está conectado
    18 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 18 Visitantes :: 2 Motores de busca

    Nenhum

    O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

    É relativo

    Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

    É relativo

    Mensagem por Admin em Sab Abr 01, 2017 11:46 am

    A cultura clássica é sempre uma referência para entender a nossa mundividência. Protágoras, um sofista grego, deixou-nos a noção do relativismo com a máxima «o homem é a medida de todas as coisas, das coisas que são enquanto são, das coisas que não são, enquanto não são».

    Se juntarmos a esta antiga e presente noção do que é relativo, a efemeridade imediata da informação com que somos constantemente bombardeados, com uma panóplia de opiniões que sustentam uma ordem e o seu contrário, facilmente nos apercebemos que o chão quase nos foge por debaixo dos pés, à falta de uma âncora ou de um porto seguro, para termos tempo de processar tanto dado, com alguns conceitos e axiomas que tenhamos por referência. Veja-se o fenómeno da “pós-verdade”; dos “factos alternativos”; das “fake news” e de tanto mito e postulado estilhaçado, de como se “cientifica” a mentira.

    O acesso à informação e aos conteúdos está aparentemente democratizado. Coisa distinta é identificar uma filtragem que garanta uma informação isenta, com verdade e que corresponda a um padrão de segurança, de validade. Esses predicados acarretam custos naturalmente a que nem sempre todos estão disponíveis para pagar, ou para produzir, dada tanta fonte que existe, que regurgita verdades, meias-verdades e mentiras diluídas, que manipulam os seus públicos, nem sempre exigentes, quase sempre acríticos ou então, que criticam apenas em manada, como um saloio sentido de pertença que cedo se esfuma.

    A comunidade científica por exemplo, afirma que as alterações climáticas estão a se fazer sentir de modo muito intenso e mais rápido, do que as previsões apresentadas na COP 21 de Paris em 2015. Por outro lado, a falcoaria republicana dos EUA, afirma que os cenários apocalípticos da Cimeira do Clima é uma invenção chinesa. Que dizer também do nosso herói vivo do “rebranding” do aeroporto da Madeira com o nome de Cristiano Ronaldo? Há quem defenda e critique essa opção, com teimosia ou coragem de Albuquerque, como disse o homenageado. Há que respeitar opiniões contrárias, mas não embarco em bairrismos e unicidades plásticas. Costa veio à ilha adjacente dar uma mãozinha a Cafôfo, e dar uma monumental patada ao “seu” PS-Madeira. Se há escravos que se vergam e chafurdam neste comportamento escroque, ao menos que os autonomistas, sejam eles de cor forem, que não embarquem nesta traição. Se há sobressalto que talvez valha a pena ter, é que nos possamos indignar connosco próprios, por nos permitirmos esta longa via-sacra e mantermos anestesiados no sofá, com aquilo que nos permitem ler e ver com palas consentidas e com indignação passageira, arrebanhada. Se há coisa que mudou na sofística clássica, foi apenas a velocidade.

    DONATO MACEDO , LIC. EM COMUNICAÇÃO  / 01 ABR 2017 / 02:00 H.
    Diário de Notícias da Madeira

    _________________
    Cláudio Carneiro


    Facebook
    avatar
    Admin
    Admin

    Mensagens : 16760
    Pontos : 49157
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 07/12/2013
    Idade : 30
    Localização : Sines

    Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.criarforum.com.pt

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

    - Tópicos similares

     
    Permissão deste fórum:
    Você não pode responder aos tópicos neste fórum