Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Últimos assuntos
Galeria


Abril 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30      

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
14 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 14 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

Fascismo e comunismo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Fascismo e comunismo

Mensagem por Admin em Seg Abr 03, 2017 11:08 am

“Marine Le Pen é da extrema-direita francesa. Catarina Martins é da extrema-esquerda portuguesa. As duas mulheres falam claramente a mesma língua (...) E Jerónimo de Sousa, que é comunista ortodoxo, segue um guião com muitas parecenças.”

Quem o escreve nas páginas deste jornal é Carlos Carreiras, presidente da CM de Cascais e coordenador autárquico do PSD. Neste texto de opinião que merece leitura, Carreiras lança-se dando como garantida a equiparação entre partidos fascistas e comunistas, exemplificando com a defesa da saída do euro, para aterrar na atual legislatura e encontrar provas de “cambalhotas” e amolecimento da que define como extrema-esquerda parlamentar.

Sem a capacidade de Carreiras para trumpizar tantos assuntos, deter-me-ei exclusivamente no argumento de base que lhe subjaz, porque de tantas vezes repetido não quer dizer que se tenha tornado verdadeiro.

Fascismo e comunismo não são ideologias e modelos de sociedade que se assemelhem mas, como historicamente se comprova, que se opõem.

A pouco séria discussão histórica em torno do número de mortes veio, indiretamente, massificar a sua equiparação. Imagine-se, por exemplo, se o número de mortes passa a ser critério para avaliar a ação da Igreja Católica ao longo dos séculos? E estaremos certos de que, nesta competição sobre mortos, o neoliberalismo e as políticas de austeridade impostas a partir de Pinochet na América Latina não provocaram e provocam muito mais mortes diretas e indiretas?

Coloquemos de lado esta necrofilia política, mas procuremos uma forma simples de comparação das duas ideologias: as respetivas formas de construção.

O fascismo constrói-se a partir de uma ideia de ódio e medo entre pessoas das mesmas classes sociais, mas de diferentes países, tons de pele, religiões, orientação sexual, etc. O comunismo constrói-se a partir da organização popular, de massas, tendo como fim a abolição das classes sociais.

Estamos, pois, perante paradigmas opostos. Um faz perigar quem esteja fora da norma de onde provém o fascismo, o outro faz perigar as vantagens de quem detém ou controla o poder. Um constrói-se destruindo a democracia, o outro só será bem-sucedido quando atingir a democracia plena.

Escreve à segunda-feira

03/04/2017
Tiago Mota Saraiva 
opiniao@newsplex.pt 
 Jornal i

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16760
Pontos : 49157
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 30
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.criarforum.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum