Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Palavras chave

Últimos assuntos
Galeria


Setembro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
16 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 16 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

Drewry: pequenas companhias de navegação cresceram acima dos colossos em 2016

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Drewry: pequenas companhias de navegação cresceram acima dos colossos em 2016

Mensagem por Admin em Qua Abr 05, 2017 11:34 am


Embora as transportadoras marítimas de contentores tenham conseguido fechar 2016 com um 'sprint' de rentabilidade no último trimestre devido a uma melhoria na procura e no preço do frete, não evitaram o primeiro déficit anual desde 2011 - apenas quatro das quinze companhias analisadas pela consultora Drewry foram capazes de obter lucros durante o exercício de 2016.

Entre as companhias de navegação que não ficaram no vermelho em 2016 estão a havaiana Matson, as europeias Hapag-Lloyd e CMA CGM e taiwanesa Wan Hai (especializada no mercado asiático). No outro lado do espectro ficou a sul-coreana Hyundai Merchante Marine, que fechou 2016 com as maiores perdas deste ranking analisado pela consultora britânica - cerca de 716 milhões de dólares de prejuízos.

Depois da Huyndai Merchant Marine segue-se a taiwanesa Yang Ming (que também vive dias incertos devido à sua periclitante condição financeira), com perdas de 453 milhões de dólares em 2016; na Europa, é de ressalvar o desempenho da líder Maersk Line, que registou perdas de 396 milhões de dólares. Neste contexto, foram as pequenas companhias de navegação as que mais cresceram.

Assim, foram precisamente companhias como a Matson e a Wan Hai as registaram significativos crescimentos de rentabilidade em 2016: a primeira, especializada no transporte na região Pacífico, cresceu 9,2% em termos de margens operacionais, ao passo que a segunda cresceu 3,3% , números que suplantam com folga a média obtida pelos operadores de cariz global (2%). 

05/04/2017
CARGO Edições,Lda © 2017

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16760
Pontos : 49157
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 30
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.criarforum.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum