Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Últimos assuntos
Galeria


Abril 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30      

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
15 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 15 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

Já chega de prejuízo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Já chega de prejuízo

Mensagem por Admin em Sex Abr 07, 2017 11:12 am

O que era verdade ontem é hoje mentira. O debate parlamentar sobre a venda do Novo Banco revelou bem a inconsistência da posição das diferentes forças políticas e a falta de qualidade (e por vezes de vergonha) dos seus principais atores.

A esquerda mais radical engoliu tudo o que não queria. O PS obedeceu às diversas instâncias europeias e a um comprador único que não tinha muitas razões para ceder mais. Não fosse este Governo o negociador e estariam os Galambas a zurzir contra o negócio. A direita rejeitou uma solução que, se fosse apresentada por si, seria intransigentemente defendida e saudada.
 
Todo este processo foi pouco transparente, remotamente competitivo e é hoje impossível dizer se foi encontrada uma boa solução. Ou mesmo se se chegou à menos má.
 
A estabilização do sistema financeiro português tem sido uma prioridade absoluta considerando as necessidades de financiamento da economia e das empresas. Melhor ou pior, mais depressa ou mais devagar, com dinheiro de investidores estrangeiros ou dos contribuintes portugueses, o equilíbrio dos balanços parece estar encontrado. Claro que ainda há riscos. A não conclusão deste negócio e a "nuvem negra" Montepio ainda pairam sobre a cabeça (ou a carteira) dos portugueses.
 
É agora tempo de deixar o Novo Banco seguir o seu caminho de recuperação. Agradecem os seus colaboradores e os milhares de clientes fiéis que com o apoio de um banco saudável terão melhores condições para investir e crescer. E agradecerá a Lone Star que terá feito um grande negócio e chegará aos lucros muito antes do que se espera.
 
Que esta nova fase não signifique o arquivamento dos crimes cometidos. Não sei se a recuperação da carteira de crédito tóxico contribuirá para a redução da participação dos contribuintes portugueses. Mas estou certo de que a condenação dos responsáveis por esta "roubalheira" servirá, ao menos, para ressarcir moralmente aqueles que vão ter de cobrir direta ou indiretamente todos os prejuízos.
 
Jurista
 
Artigo em conformidade com o novo Acordo Ortográfico

António Moita
06 de abril de 2017 às 19:55
Negócios

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16760
Pontos : 49157
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 30
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.criarforum.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum