Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Palavras chave

tvi24  

Últimos assuntos
Galeria


Novembro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
12 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 12 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

Costa afasta discussão sobre comboios de alta velocidade

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Costa afasta discussão sobre comboios de alta velocidade

Mensagem por Admin em Ter Abr 11, 2017 10:56 am


Primeiro-ministro diz que o assunto está encerrado por "muitos e longos anos" e explica quais são as prioridades da ferrovia na ligação com Espanha.

O primeiro-ministro, António Costa, mostrou-se hoje em Madrid convencido de que não voltará a haver um debate sobre as ligações ferroviárias de alta velocidade em Portugal, que inclui a ligação Lisboa a Madrid, antes de 2023.

"A discussão sobre a alta velocidade é uma discussão que um dia inevitavelmente voltará, mas não creio que esse dia esteja no calendário desta legislatura [2015-2019] ou que esteja mesmo no calendário da próxima legislatura" [2019-2023], disse António Costa, num jantar da Câmara de Comércio Hispano Portuguesa na capital de Espanha.

Para o chefe do Governo português "é uma discussão que foi perdida, é um assunto encerrado por muitos e bons anos".

"Eu estou particularmente à vontade, porque é público e notório de que fui defensor da ligação de Portugal à rede de alta velocidade", disse António Costa, em resposta a uma pergunta de um empresário presente no encontro, que considerou "vergonhoso" que o serviço que faz a atual ligação ferroviária entre Lisboa e Madrid demore 12 horas.

O antigo Governo socialista liderado por José Sócrates, de que António Costa fez parte, aprovou a construção de uma linha de alta velocidade entre Lisboa e Madrid, mas em 2011, o Governo de Pedro Passos Coelho, apoiado pela coligação PSD/CDS-PP, chumbou o projeto, que considerou ser demasiado caro para o país.

O primeiro-ministro sublinhou que as prioridades atuais de ligação ferroviária entre os dois países são a eletrificação da linha entre o Porto e Vigo (Espanha) e a construção de uma linha ferroviária "de boa capacidade" entre Sines e Badajoz (Espanha).

No discurso que fez durante o jantar, António Costa incentivou os empresários presentes a investirem em Portugal, um país que considerou estar num momento de mudança e cada vez mais atrativo para o investimento estrangeiro.

A diminuição do défice orçamental para 2,1 % do PIB em 2016, a estabilidade política, a melhoria no mercado de trabalho e a estabilização do sistema financeiro foram alguns dos exemplos dados.

António Costa referiu que crescimento económico está a aumentar: "Não são ainda as taxas de crescimento de Espanha, mas lá chegaremos", disse.

O chefe de Governo recordou que o porto de Sines é aquele que mais perto está de Madrid e estimulou os empresários espanhóis a usarem-no como porta de entrada e saída das suas mercadorias para o resto do mundo.

Lisboa e Madrid realizam em 29 e 30 de maio próximo a habitual cimeira ibérica, que desta vez terá lugar no norte de Portugal.

António Costa participou hoje em Madrid numa cimeira dos sete países do sul da União Europeia.

Lusa
11 DE ABRIL DE 2017 - 00:04
TSF

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16760
Pontos : 49157
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 30
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.criarforum.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum