Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Palavras chave

cais  cmtv  tvi24  

Últimos assuntos
Galeria


Janeiro 2018
DomSegTerQuaQuiSexSab
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
10 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 10 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

Maeil investe na internacionalização da actividade

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Maeil investe na internacionalização da actividade

Mensagem por Admin em Qua Jul 09, 2014 11:46 am

O Maeil GrowOut começou a ser implementado em Abril do ano passado e os resultados começam a aparecer: em 2013 o peso das exportações no volume de negócios quase triplicou.
 
O projecto visa “aumentar as exportações da Maeil através do conhecimento de mercados, desenvolvimento e promoção internacional da marca, da prospecção e presença em mercados internacionais, e promoção e marketing internacional”, adiantou ao TRANSPORTES & NEGÓCIOS uma fonte oficial da empresa.
 
Desde Abril de 2013, responsáveis da Maeil já se deslocaram “por diversas vezes a Angola, África do Sul, EUA e Espanha”, e “até Abril de 2015” estão programadas visitas a outros mercados e em Sines.
 
O Maeil GrowOut pressupõe um investimento “de 75 mil euros para os dois anos”. O projecto foi candidatado ainda em 2013 ao QREN, ao abrigo do Sistemas de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME. 

A aprovação pelo AICEP, agora conhecida, representa a “comparticipação de 45% das despesas elegíveis”, acrescentou a mesma fonte.
 
A Maeil desenvolve sistemas de informação para a área dos transportes e logística (entre outras), nomeadamente para “armadores, agentes de navegação, transitários, operadores logísticos e terminais e exportadores/importadores”, acrescentou a mesma fonte. 

Na sua carteira de clientes figuram empresas como a MSC, a Expeditors, a CMA CGM, a Grimaldi, a Parquecon, a Wec Lines Kenya ou a Orey Angola.
 
No ano passado, a empresa atingiu um volume de negócios de “cerca de 654 mil euros”, o que representou um crescimento homólogo de 4%. 

Os mercados internacionais compensaram a estagnação dentro de portas, com as receitas além-fronteiras a passaram de “62 mil euros, em 2012, para 167 mil euros, em 2013”.
 
No primeiro trimestre de 2014, a companhia atingiu uma facturação de perto de 185 mil euros, sendo que o objectivo para o final do exercício é “crescer entre 10% e 15%” e atingir, “entre 2014 e 2015 uma quota de exportação de 30%”.

09-07-2014

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16761
Pontos : 49160
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 31
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.criarforum.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum