Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Palavras chave

cais  cmtv  tvi24  

Últimos assuntos
Galeria


Fevereiro 2018
DomSegTerQuaQuiSexSab
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728   

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
13 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 13 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

O Que É A Zona Euro?

Ir em baixo

O Que É A Zona Euro?

Mensagem por Admin em Ter Fev 24, 2015 12:43 pm


Como português, membro da Zona Euro; economista de formação e bancário de profissão – curioso de feitio – recebo, no sentido que leio ou ouço, “n” vezes ao dia notícias sobre a zona euro. Natural. Os últimos dias, nesse particular, foram exaustivos, devido às negociações entre a Grécia e a zona euro sobre a possibilidade de renegociação da dívida, novas formas de financiamento, saída do programa da troika, entre outros temas que não vou detalhar – penso que seja do conhecimento geral o que se passa.

Nestes dias perguntei-me: o que é a zona euro? Um conjunto de países com a mesma moeda e alguns direitos e obrigações comuns… certo! Mas o que é mesmo, em termos concretos? A definição? Encontrei algo no site da Comissão Europeia, concretamente a página intitulada: “O que é a Zona Euro?” 

( http://ec.europa.eu/economy_finance/euro/adoption/euro_area/index_en.htm ).

Primeira frase dessa página: “A zona euro é composta dos Estados membros da União Europeia que optaram por utilizar o euro como a sua moeda.” Tradução livre, minha.

Depois descreve o número de países, o número de cidadãos e estima-se que esse número “irá crescer à medida que a zona euro se alargará, espalhando os benefícios da utilização da moeda única de forma mais abrangente”.

Confesso que reli esta frase mais que uma vez e detive-me um pouco a pensar sobre ela. A minha primeira conclusão foi: isto não é uma definição.

De acordo com o Priberam, “Definição” é: “Explicação clara e breve. Decisão em matéria duvidosa”. Aquilo não é mesmo uma definição, pois não era clara nem explicitava, nem decide nada sobre as dúvidas que tenho.

Continuei a ler a página web da Comissão Europeia.

Mais uma vez se cita a Zona Euro como um subconjunto da União Europeia – parece-me óbvio. Explica-se que os países da União Europeia coordenam as suas políticas para o benefício da mesma e isso é extensível à Zona Euro.

Depois descreve-se a cronologia da Zona Euro e explica-se porque alguns países da união optaram por não fazer parte da moeda única.

Por fim afirma-se: os países que optaram pelo Euro estão mais integrados. Mas nota-se que esta integração tem que ser “gerida corretamente para se poderem materializar os benefícios da moeda única”. Depois surgem os pilares da política monetária e urge-se coordenação da política fiscal.

E acaba.

Não me parece estar, nunca nesta página, uma “explicação clara” de zona euro. Parece mais uma análise custo benefício de fazer parte da zona euro e uma descrição da forma como esta apareceu.

O resto do site é também ambíguo, tanto sobre o que é a zona euro, como sobre o que é a União Económica e Monetária.

Eu, mero cidadão, também não sei qual é a definição de zona euro nem de União Económica e Monetária, nem sequer de União Europeia. Sei enumerar alguns pontos técnicos que a descrevem, mas não sei defini-la enquanto agrupamento de pessoas (cidadãos) de livre e espontânea vontade para um bem comum.

Se no rescaldo da 2ª Guerra Mundial urgia terminar com os séculos de conflitos entre os países europeus e se de um ponto de vista económico e de quotidiano faz todo o sentido a livre circulação de bens e pessoas, mais de meio século depois também urge dar um sentido a este projeto: um sentido humano e claro, em que as pessoas se revejam.

Será importante que alguém, nomeadamente os líderes políticos, avance com uma definição concreta do que é a zona euro e a União Europeia, excluindo as suas divagações sobre os seus benefícios não concretos e os deveres e direitos pouco percetíveis. Seria um bom princípio para resolver as várias divergências existentes neste momento.

Duarte Mallaguerra Nunes
Direção de Investimentos, Banco Best
24 Fevereiro, 2015 00:05
OJE.pt

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16761
Pontos : 49160
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 31
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.criarforum.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum