Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Palavras chave

tvi24  

Últimos assuntos
Galeria


Dezembro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
21 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 21 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

A linha ferroviária de passageiros de Sines a suburbana de Lisboa/Setúbal com a zona franca criada será principal ferroviária de trabalhadores do país

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A linha ferroviária de passageiros de Sines a suburbana de Lisboa/Setúbal com a zona franca criada será principal ferroviária de trabalhadores do país

Mensagem por Admin em Sex Maio 08, 2015 11:42 am

A linha ferroviária de passageiros de Sines a suburbana de Lisboa/Setúbal com a zona franca criada será principal ferroviária de trabalhadores do país, com a ligação entre de Lisboa/Sintra - de Almada/Barreiro - de Setúbal/Palmela para o centro principal de industrial em na região do porto de Sines, com a média de por dia a transportar entre de mais 5/10 mil "entre de trabalhadores/empregadores/turistas" da região de Vale do Tejo, como em uma/duas horas de viagem ferroviária em bitola europeia/ibérica para o centro de trabalho, nas rodovias para a região do porto de Sines, com a média de por dia a transportar entre de mais 10/20 mil veículos "entre de trabalhadores/empregadores/serviços/turistas", os trabalhadores/empregadores imigrantes para a região do porto de Sines entre de entre de mais 600 mil/1 milhões trabalhadores/empregadores habitantes, com de uma carga populacional superiora prevista em de décadas do inicial das obras de parque industrial a podar ser mais populacional a futuramente a ser separada estrutural dos parques urbanos em camadas de altura a média de mais 20 pisos nos novos /requalificados edifícios na região do porto de Sines "Sines, Santiago Cacem e Santo André [?]" para a desta carga populacional, a podar estar entre de mais 1.5/2 milhões habitantes passear o número de habitantes das metropolitanas de Lisboa/Porto, com os vários sites e os mesmos nas metropolitanas do pais de reduções as suas populacionais para a migração no interno do país e no externo do país, com a criação de zona franca, com a criação de governo administrativo autonómico para a combater as faltas e os erros da política central de Lisboa para a região do porto de Sines, como a limitação do poder centralizo de Lisboa/Porto, podar a seguir o crescimento forte a sua expansão e o seu desenvolvimento para as áreas industrial, urbano, turístico, equipamentos competitivos de transportes, comercio/serviços, económico-social, PIB de 6/9% e competitiva regional/nacional na região e como um atrasado de quartos décadas com as políticas marxistas das forças esquerdas portuguesas e os centralizos de Lisboa/Porto-Braga - Aveiro/ Coimbra/Zona Franca Industrial de Madeira, a razão de criação da Zona Franca de Sines para a limitação dos centralizos de Portugal não ajuda a crescer economicamente e atrasa a competitiva o pais e a crias o novo centralizo positivo na região do porto de Sines não o mesmo os outros centralizos clássicos de Portugal.

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16760
Pontos : 49157
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 30
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.criarforum.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum