Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Últimos assuntos
Galeria


Abril 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30      

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
16 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 16 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

Drewry: TPP beneficiará tráfego de contentores

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Drewry: TPP beneficiará tráfego de contentores

Mensagem por Admin em Seg Out 12, 2015 3:51 pm


Evergreen


O acordo de comércio livre entre os EUA e vários países do Pacífico (TPP) deverá levar ao crescimento do tráfego de contentores entre os países envolvidos, antecipa a Drewry. Mas a sua concretização não é ainda garantida, avisa.

A consultora britânica dá como exemplo do potencial do TPP o que se verificou na sequência de acordos semelhantes, como aquele que liga a China e os países da ASEAN desde 2005. O ritmo de crescimento das trocas comerciais entre aqueles parceiros cresceu de 17%, nos dez anos anteriores, para 19% depois do acordo (ao passo que a média mundial passou de 17% para 13% nos mesmos períodos).

A Drewry sublinha, porém, que os resultados do acordo China-ASEAN só começaram a sentir-se verdadeiramente a partir de 2009, quatro anos depois da assinatura.

O acordo TPP (de Trans-Pacific Partnership) foi assinado no passado dia 5 pelos governos de 12 países (EAU, Austrália, Nova Zelândia, Canadá, México, Peru, Chile, Japão, Vietname, Malásia, Singapura e Brunei). É visto com uma forma de estabelecer um bloco comercial para fazer frente ao domínio regional da China e foi apresentado como um acordo para reduzir taxas, regulamentar o comércio, prevenir o tráfico e defender o ambiente, podendo assim ser responsável por grandes mudanças a nível geopolítico.

Porém, o acordo TPP terá de ser ainda ratificado pelos respetivos parlamentos dos países signatários para poder entrar em vigor.

Nos EUA, já se sabe, a Administração Obama não aprovará o TTP sem oposição, pois há várias personalidades a questionarem a sua validade, desde logo Hillary Clinton, que pretende ser a candidata do Partido Democrata às presidenciais americanas de 2016.

Ainda assim, a Drewry sublinha que os acordos de comércio livre (GATT, OMC,…) são em boa parte responsáveis pelo crescimento do tráfego de mercadorias (em particular, o tráfego marítimo) pelo que investir no shipping e nos portos dos países envolvidos pode revelar-se uma opção prudente… no médio prazo.

12 Outubro, 2015 at 14:54
por T&N

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16760
Pontos : 49157
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 30
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.criarforum.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum