Olhar Sines no Futuro
BEM - VINDOS!!!!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Conectar-se

Esqueci minha senha

Galeria


Março 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Calendário Calendário

Flux RSS


Yahoo! 
MSN 
AOL 
Netvibes 
Bloglines 


Quem está conectado
19 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 19 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 864 em Sex Fev 03, 2017 11:03 pm

Apenas um terço dos alunos termina 9.º ano com percurso limpo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Apenas um terço dos alunos termina 9.º ano com percurso limpo

Mensagem por Admin em Seg Out 19, 2015 3:47 pm


Dos 1166 alunos que se inscreveram há três anos no 7.º ano de escolaridade no distrito de Beja, apenas 385 lograram chegar a 2015 completando o 9.º ano, sem terem “chumbado” nenhum ano e obtendo notas positivas nos exames de Português e Matemática, uma média de quatro pontos percentuais abaixo da taxa nacional que foi de 37 por cento.

Esta e outras informações estão disponíveis no portal Infoescolas (www.infoescola.mec.pt) desde a semana passada, local onde se pode medir o “sucesso escolar” dos alunos que completaram, no último ano, o 3.º ciclo do ensino obrigatório.

De acordo com os dados disponibilizados, o distrito de Portalegre é aquele que apresenta piores resultados (31 por cento), seguido por Beja (33), Setúbal (34), Faro (36), Évora e Bragança (38). Os distritos onde os indicadores são mais positivos são Coimbra (51 por cento), Guarda e Viana do castelo (47) e Braga (46).

Também na taxa de retenções o distrito de Beja apresenta números abaixo da média. No ano letivo de 2012/13, no 7.º ano, não transitaram para o ano seguinte 25 por cento dos alunos (17 por cento a nível nacional); nos 8.º e 9.º anos a taxa baixou para 17 por cento, em comparação, respetivamente, com 13 e 15 por cento, da média nacional.

O portal revela ainda que no universo de estudantes do Baixo Alentejo apenas quatro por cento são estrangeiros, um número semelhante à realidade nacional, e que 51 por cento são do sexo masculino, também em linha com o que se passa em todo o País.

Comparativamente, em relação ao ano letivo anterior, em 2013/14 inscreveram-se menos 41 alunos no 7.º ano (1 441/1 471) e no 8.º ano (1 303/1 474), enquanto no 9.º ano se assistiu a um aumento mínimo do número de estudantes (1 356/1 312).

Aníbal Fernandes
19-10-2015 16:14:01
Diário do Alentejo 
da.ambaal.pt

_________________
Cláudio Carneiro


Facebook
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 16367
Pontos : 47964
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/12/2013
Idade : 30
Localização : Sines

Ver perfil do usuário http://olharsinesnofuturo.criarforum.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum